O subsector da Promoção Imobiliária (desenvolvimento de projectos de edifícios) — CAE 41100 é liderado, no distrito de Aveiro, pela Civilria, S.A, tendo por base os resultados apurados no exercício de 2018. A empresa, sediada em Aveiro, obteve, em 2018, um volume de negócios de 18,49 Milhões de euros, um valor que compara com os 9,75 milhões de euros que haviam sido facturados no ano anterior, o que reflecte um crescimento, neste indicador, de 89,71%. No que se refere aos lucros, a Civilria consegue, nesse ano, um aumento de 58,17%, já que dos 4,61 milhões de euros de resultados líquidos apurados em 2017, a empresa obteve 7,3o milhões de euros em 2018.

O segundo lugar deste subsector é ocupado pela Ideia Exclusiva — Investimentos Imobiliários, Sociedade Unipessoal, Lda., de Santa Maria da Feira, que, no exercício em apreço, registou um volume de negócios de 1,88 milhões de euros (mais 307,72% do que em 2017, altura em que a facturação foi de 46o mil euros). A empresa obteve um lucro de 117 mil euros em 2018, um valor 96,21% superior face aos quase 6o mil euros de resultado líquido do ano anterior. Já a terceira posição é ocupada pela empresa espinhense RiaOvar — Empreendimentos turísticos e imobiliários, S.A., que facturou, em 2018,1,25 milhões de euros, um indicador 17,92% superior aos1,06 milhões de euros registados no ano anterior. No resultado líquido o crescimento foi bem mais acentuado, com a RiaOvar a registar, em 2018, um lucro de quase 283 mil euros, o que, em comparação com os 78 mil euros de 2017, reflectem um aumento de 262,52% nos lucros.■

in Diário de Aveiro 29 NOV 2019

Clique para ver em PDF

Facebook Comments