Porto estreia-se na Expo Real e mostra os imóveis que a região tem de melhor para oferecer

Um conjunto de empresas de promoção e mediação imobiliária, e alguns gabinetes de advogados, que trabalham na região do Porto estão a promover os seus empreendimentos e serviços na Expo Real, em Munique, Alemanha. A maior feira imobiliária da Europa decorre a partir de hoje e até quarta-feira (dia 7 a 9 de outubro 2019) e espera bater o recorde alcançado na edição de 2018, de 2.095 expositores e mais de 45.000 participantes. 

Civilria, Lucios Real Estate, Predibisa, Sonae Capital, VPM Real Estate, CCA Law Firm, PLMJ e a Telles Advogados, são os oito expositores que responderam ao repto lançado pela InvestPorto, organismo da Câmara Municipal do Porto, responsável pela promoção externa da cidade. Também a Sonae Sierra, empresa do grupo Sonae e especialista em centros comerciais, é uma presença regular neste evento, contudo, num espaço próprio. 

Também Lisboa está a marcar presença na Expo Real. Em stand coletivo, como tem feito ao longo das últimas 5 edições, a região da capital está representada em Munique, através da Invest Lisboa, promovendo a cidade e a região junto dos investidores imobiliários e de potenciais parceiros.

Uma estratégia lançada desde 2017, que levou a apostar na presença do município nas duas feiras de investimento mais importantes da Europa: Mipim em França (realizada entre 12 e 15 de março 2019) e ExpoReal na Alemanha, “identificados como eventos fundamentais de afirmação da cidade, da região e mesmo do país”, refere. 

Segundo Ricardo Valente, a “presença no evento é feita com a apresentação da cidade, dos projetos mais relevantes levados a cabo pelo município e com a participação dos privados que se associaram na ida a estas feiras internacionais”.  

Frisando, “note-se que não existe apoio a empresas imobiliárias, mas antes o convite a todos aqueles que (assumindo os custos) queiram estar neste evento sob o chapéu da InvestPorto”. 

Reuniões com outras cidades e investidores 

O stand organizado pela InvestPorto e Câmara Municipal do Porto, situa-se no B1.040 e ocupa uma área de 50 metros quadrados (m2).  

Hoje, às 15 horas, está marcado o painel de discussão “Porto – a new investment opportunity’, que se realiza no novo pavilhão A3 (stand A3.312) e que promete atrair investidores internacionais para a cidade Invicta. 

Ricardo Valente refere, ainda, a produção de “um booklet para divulgação durante a feira” e a marcação antecipada de reuniões “com outras cidades europeias para troca de experiencias” bem assim como com “investidores internacionais para se apresentar de forma mais personalizada a cidade e a sua estratégia de desenvolvimento económico”. 

O que move as empresas rumo à Expo Real

  • Sonae Capital com ativos de mais de 340 milhões de euros 

Uma das novidades é a presença da Sonae Capital que apresentará na Expo Real vários ativos para desenvolvimento de projetos turísticos e para promoção residencial. “A Sonae Capital vai apresentar e promover o seu portefólio de ativos imobiliários junto dos investidores internacionais presentes neste evento”, destaca ao idealista/news João Madeira, responsável da unidade de gestão de ativos imobiliários da Sonae Capital. De referir que no final do primeiro semestre deste ano, o portefólio de ativos imobiliários da Sonae Capital encontrava-se avaliado em mais de 340 milhões de euros. 

  • Lucios quer aprofundar a ligação com clientes 

“Sendo o maior salão europeu de investimento imobiliário, temos expetativas de aprofundar a relação com os clientes com quem já temos ligação, conhecer novos contactos e promover de forma eficaz os projetos da Lucios Real Estate no mercado internacional”, destaca ao idealista/news o seu administrador, Filipe Azevedo. 

Para a Lucios – grupo promotor e construtor, sedeado em Vila do Conde – “importa reforçar a imagem de Portugal como mercado de oportunidade para os investidores internacionais alocarem os seus capitais, obtendo um bom prémio pelos seus investimentos”, destaca o responsável.   

  • Consultora VPM tem projetos de habitação para classe média 

A consultora imobiliária VPM, neste evento, “aposta em apresentar novos empreendimentos destinados à classe média em zonas com forte potencial de expansão da cidade do Porto e também em projetos destinados a edifícios de escritórios, modernos e inovadores, essenciais na captação e fixação de novas empresas que assumirão um papel fundamentais na dinamização e crescimento do nosso tecido empresarial”, refere ao idealista/news Francisco Mendes, diretor executivo da VPM. 

  • Novos projetos de escritórios em destaque 

O projeto ICON Offices e Apartments, promovido pela Civilria – um dos promotores presentes no stand Porto – e o POP – Porto Office Park, do grupo Violas Ferreira, são dois dos empreendimentos de serviços, que se encontram em fase de construção, que vão merecer destaque na Expo Real.  

Os dois dos projetos, que se encontram em fase de comercialização, constituem parte da carteira de empreendimentos de escritórios e serviços, que a consultora Predibisa tem disponível para apresentar aos investidores presentes no evento.  

Ana Jordão, diretora da área residencial, destaca que a Predibisa leva “projetos diversificados na ótica do investimento, nos segmentos residencial, office e hospitality”. 

  • Sonae Sierra promove o portfólio e os serviços 

“Não temos foco em nenhum projeto específico, mas sim na promoção do nosso portefólio de investimento em ativos imobiliários e na venda de serviços”, destaca Elsa Monteiro, diretora de Sustentabilidade e Comunicação Corporativa da Sonae Sierra. Frisando, que desenvolvem e investem em “ativos sustentáveis” e fornecem “serviços de investimento, arquitetura e engenharia e gestão para clientes”.  

A Sonae Sierra conta ainda, no evento, “com a participação de mais de 30 gestores da Sonae Sierra que visam criar soluções que vão ao encontro das ambições dos nossos parceiros e clientes”. 

in idealista/news 7 OUT 2019

Clique para ver em PDF

Facebook Comments