in Diário Imobiliário 17 OUT 2017

A Civilria está a promover na Av. João Crisóstomo, o POP Saldanha, um empreendimento residencial com 64 novos apartamentos nas tipologias T0, T1 e T2.

Promotor com mais de 25 anos de actividade, com obra de relevo na zona Centro, em particular Aveiro, e na região do Porto, a Civilria não só quis respeitar os requisitos legais da construção como superar os padrões de exigência em termos de segurança anti-sísmica. Para o efeito estabeleceu um protocolo de cooperação com a Faculdade de Engenharia do Porto, a qual apontou as melhores soluções técnicas e estruturais para a reabilitação do imóvel. A obra está já em execução e deverá estar concluída em Setembro de 2018.

Linguagem modernista

O POP Saldanha trará 64 novos apartamentos nas tipologias T0, T1 e T2, apostando num conceito de vida contemporânea a partir da recuperação de um edifício de meados do século XX, marcado por uma linguagem modernista e pelo uso do betão armado.

A Civilria seleccionou a JLL para o comercializar, em regime de exclusividade. Os apartamentos estão em venda a partir de de hoje Terça-Feira, dia 17 de Outubro. Os preços de comercialização de um T0 variam entre os 240 mil e os 260 mil euros; e os preços dos T1 situam-se num parâmetro entre os 335 mil e os 370 mil euros, consoante a área e a localização…

Para Patrícia Barão, Head of Residential da JLL, “as perspectivas comerciais são muito animadoras. É um produto muito versátil que pode dar resposta a diversas motivações de compra e adequa-se a diferentes faixas etárias. Diferencia-se também pela oferta de tipologias pequenas, especialmente numa zona onde a habitação nova é praticamente inexistente. A sua localização muito central numa área residencial nobre, mas muito movimentada em termos de lazer, cultura, comércio e negócios é outro dos pontos fortes do POP Saldanha”.

Trata-se de uma zona com uma oferta diversificada de lazer, cultura e ensino, e uma vasta rede de transportes públicos. O Monumental, o Atrium Saldanha e o Saldanha Residence, na área comercial; o Campo Pequeno, no lazer; e a Gulbenkian, na cultura; são apenas alguns equipamentos de referência nesta zona e bem próximos do POP Saldanha, que beneficia ainda de toda a requalificação realizada recentemente pela autarquia no chamado Eixo-Central.

Clique aqui para visualizar a notícia em PDF