in Litoral Magazine 10 AGO 2016

Chama-se Icon e pretende marcar a Invicta. O projeto, concebido e executado pela Civilria e coordenado pelo arquiteto Miguel Salvadorinho, é destinado ao arrendamento temporário. Um edifício vanguardista pela sua linguagem arquitetónica e com grande potencial de rentabilidade.

Localizado na segunda maior cidade de Portugal, o edifício Icon é o novo empreendimento da Civilria destinado ao arrendamento temporário, uma tendência cada vez mais presente nas grandes cidades.
Único e exclusivo, o edifício com intervenção de raiz reflete uma arquitetura contemporânea, e marca pela beleza das suas linhas. É composto por um rés de chão (destinado a lofts) e por oito pisos. As habitações são caracterizadas pela boa funcionalidade, simplicidade, eficiência energética e luminosidade abundante.

Civilria Construções

Um imóvel de gama alta, cuja compra de frações para arrendamento pode significar para o investidor um benefício, face ao atual cenário do setor bancário: por um lado, porque as poupanças são aplicadas num investimento seguro, que permite a construção de património; por outro, porque o imóvel garante ao seu proprietário uma atrativa rentabilidade. O edifício proporciona uma solução de investimento para quem pretende adquirir imóveis de tipologias baixas (T0 e T1) para posterior colocação no mercado de arrendamento.

Outro fator de diferenciação positiva é a localização do empreendimento. Icon está localizado no Nó de Francos, a escassos metros das duas principais avenida da cidade do Porto, a Avenida da Boavista e a 5 de Outubro. O edifício possibilita um fácil acesso às vias rápidas e a um conjunto de serviços e locais de lazer, como o Norte Shopping, a Casa da Música, a Fundação de Serralves, o Estádio do Dragão ou o Aeroporto. Para além disso, é uma alternativa à baixa da cidade, que atualmente apresenta preços inflacionados, devido ao aumento da procura por parte dos turistas.

O imóvel é uma boa opção de arrendamento para quadros de empresas deslocados, turistas, estudantes, e para todos aqueles que necessitem de uma estadia com um serviço de qualidade e com uma maior privacidade, quando comparado à realizada num hotel.

Icon surge no seguimento de outros projetos anteriormente executados pela Civilria, uma empresa que tem vindo, ao longo dos seus 25 anos a adquirir experiência no mercado e que soube evoluir mesmo nos cenários de instabilidade que afetaram o setor. A Civilria soube crescer de forma estruturada, com prestígio e notoriedade.

icon_francos_porto_aerea

Edifício Icon localizado no Nó de Francos, no Porto


RECENTES PROJETOS
Focada em desenvolver projetos que acrescentem valor ao contexto socioeconómico onde se inserem, a Civilria concluiu recentemente a construção do novo CONTINENTE Bom Dia, na zona central de Cruz de Pau, no Seixal, para a sua carteira de ativos de rendimento. O hipermercado está inserido num polo comercial em desenvolvimento, composto por um Burger King, um ginásio PUMP e uma unidade de saúde de grande dimensão. O projeto, que contempla uma área de terreno de 20.830 m2, está localizado junto à estação ferroviária Foros de Amora, uma das principais estações da linha da Margem Sul, e beneficia de excelentes acessos à Estrada Nacional 10.

Para além deste projeto, que contribui significativamente para o desenvolvimento do Seixal – não só porque criará 1500 postos de trabalho no seu global, mas também porque facilitará o dia-a-dia de um conjunto de famílias – a Civilria tem prevista a abertura de outros espaços comerciais. No início do próximo mês de agosto, a abertura do novo CONTINENTE, no edifício Uno Al Mar, em Vila Nova de Gaia, e para Sintra, a abertura de um restaurante Burger King e um Centro de Lavagem Auto Elefante Azul.

Quanto a próximos projetos, a Civilria iniciará, no mês de setembro, junto ao CONTINENTE Bom Dia de Aveiro, a construção de um novo empreendimento destinado ao mercado de arrendamento. O edifício irá proporcionar uma solução de investimento para quem pretende adquirir imóveis de tipologias baixas, uma aposta com forte segurança e rentabilidade financeira na cidade de Aveiro.

Este novo empreendimento dará uma nova frente ao lado nascente da estação da CP de Aveiro, uma vez que ficará dotada de vias de acesso mais adequadas. Segundo Artur Varum, responsável pela Civilria, este projeto é “um contributo para o desenvolvimento socioeconómico da região”.

Em Ílhavo, na Praia da Barra, junto à ria, irá nascer um novo empreendimento, destinado à segunda habitação.
No mercado da reabilitação, a Civilria terminou os edifícios S. Gonçalinho, em plena Praça do Peixe em Aveiro, e o Passos Manuel 26, na Baixa do Porto, junto ao Coliseu. Estes projetos tiveram como finalidade dar resposta ao crescimento turístico e à forte procura de investidores no mercado imobiliário, acrescentando valor aos centros históricos das duas cidades.

A Civilria dedica-se ao desenvolvimento, promoção, gestão e investimento imobiliário. Tem uma carteira de ativos com soluções bastante diversificadas para o mercado de arrendamento, sempre associada a investimentos de referência e de valor patrimonial seguro. Mais de duas décadas de experiência tornaram a Civilria uma empresa sólida e consolidada.

Clique aqui para visualizar a notícia original